Português
Inglês
 

Quando falamos de sonhos, cada um tem sua interpretação. Alguns acreditam que, se sonhar com um dente que cai, é presságio de morte ou, se sonharmos com a morte de alguém, é porque essa pessoa terá mais saúde. Há também quem acredite que os sonhos nos revelam coisas, são vistos como premunições ou avisos. Quanto ao significado dos sonhos, há inúmeras teorias, mas a verdade é que a ciência não deixa dúvidas da importância de sonhar para a nossa saúde.Por: Medley

Quando adormecemos, parte do nosso sistema neurotransmissor é desativado, fazendo com que nossos movimentos sejam bloqueados, essa é a explicação do porque não saímos fazendo o que estamos sonhando. Ainda bem!

Para entender de onde vêm os sonhos, é importante entender como funcionam as fases do sono:

Na década de 1950, Phd em fisiologia na Universidade do Texas, Eugene Aserinsky desenvolveu a Tese dos Movimentos Oculares Durante o Sono. E foi a partir desse estudo que surgiu o conceito de sono REM.

Durante a noite, o corpo realiza ciclos entre os sonos NREM (Non Rapid Eye Movement ou Movimento Não Rápido dos Olhos) e o REM (Rapid Eye Movement ou Movimento Rápido dos Olhos).¹ O NREM constitui-se de 4 estágios:

Estágio 1: dura de 5 a 10 minutos. É chamado de fase da sonolência, no qual começamos a sentir as primeiras sensações de sono. Nesse período, podemos ser acordados sem dificuldade.
Estágio 2: dura em média de 5 a 15 minutos. Nesta fase, ainda não estamos dormindo profundamente. A atividade cardíaca é reduzida, os músculos relaxam e a temperatura do corpo cai. É bem mais difícil despertar.
Estágios 3 e 4: chega de 30 a 60 minutos após pegarmos no sono. Entramos num sono mais profundo. Se acordados, podemos nos sentir desorientados por alguns minutos. E, finalmente, após 90 minutos, acontece o sono REM (Rapid Eye Movement ou Movimento Rápido do Olho), com uma duração curta, de 5 a 10 minutos, e é nesse momento que sonhamos.²

Esses ciclos acontecem cerca de 5 a 6 vezes durante uma noite de sono de 8 horas.

Sabendo que o sono tem cinco ciclos e que o sonho só acontece na fase REM, fica mais fácil entender que, se despertarmos várias vezes durante a noite, não completamos esses ciclos.

Então, acredite, a não ser que você tenha alguma condição especial de saúde, que você sonha todas as noites.

De acordo com a teoria “Aprendizagem-Reversa”, sonhamos para esquecer. O cérebro usa o sonho com uma forma de limpeza, e lembrar-se dele é um acidente. Do ponto de vista da neurologia, sonhar tem como uma das funções principais fazer a manutenção da memória, guardar arquivos e fazer uma limpeza do que não precisaremos mais.³

Falando de sonhos, não podemos deixar de citar Sigmund Freud, conhecido também como “o pai da psicanálise”. Freud dedicou a vida para estudar o inconsciente humano, o que cada um traz dentro de si, e esses estudos contemplam os sonhos.

Na obra “A Interpretação dos Sonhos”, Freud afirma que muito do que inconscientemente escondemos sobre nós nos é revelado através dos sonhos.

Como vimos, existem várias teses que tentam esclarecer nossos sonhos. Cada um acredita na que mais convence. O importante é, dormindo ou acordados, não deixarmos de sonhar.

Fontes:
¹ FERNANDES. O SONO NORMAL Medicina (Ribeirão Preto) 2006;39: 157-168
² MAGALHÃES, F., and MATARUNA, J. Sono. In: JANSEN, JM., et al., orgs. Medicina da noite: da cronobiologia à prática clínica [online]. Rio de Janeiro: Editora FIOCRUZ, 2007, pp. 103-120. ISBN 978-85-7541-336-4. Available from SciELO Books.
³ DE SÁ. Sonhar para esquecer: uma introdução à hipótese da" Aprendizagem-Reversa". Ciências & Cognição 2012;17: 168-176.


Voltar ao início
 
Hotel do sono é realização Medley com apoio da Associação Brasileira do Sono
Última atualização: 12/07/2017
;