Como o contato com a
natureza pode ajudar na sua saúde?

Como o contato com a natureza pode ajudar na sua saúde?

Estudos comprovam que a conexão com o verde diminui o risco de doenças mentais¹ e já existe técnica para o ‘consumo diário’ de natureza em grandes metrópoles

A sua moradia atual está rodeada por árvores e parques ou o contato com a natureza ainda é algo um pouco distante? Muitas vezes, por causa da correria do cotidiano, nem reparamos o quão verde é o nosso ambiente e deixamos um pouco de lado as visitas aos parques e bosques da nossa cidade.

Estudos comprovam que o contato com a natureza pode ser benéfico para diminuir sintomas relacionados ao estresse ou ansiedade.¹ E o mais interessante é que as pesquisas apontam que pequenos momentos, como passear por uma rua bem arborizada ou ficar alguns minutos no parque já fazem efeito no corpo humano.¹

Pesquisadores concluíram, por exemplo, que locais de trabalho com maior contato com a natureza relataram menos queixas de saúde e menos dias de afastamento por doença. A teoria é que a natureza seja responsável pela diminuição do estresse provocada por ambientes artificiais, como são a maioria dos escritórios.¹

Uma plantinha na mesa de trabalho ou uma fonte com água corrente no corredor já pode fazer toda a diferença. Mas, no Japão, eles foram além e criaram uma filosofia de vida que contempla uma dose diária de natureza no cotidiano dos cidadãos de grandes cidades.

Batizada de Shinrin-yoku, a técnica japonesa significa "banho de floresta", e consiste em abdicar de alguns momentos da vida social para ficar em contato com a natureza.

Estudos conduzidos pela Universidade de Chiba e na Escola Médica Nippon, em Tóquio, mostram que a atividade pode diminuir a pressão arterial e a frequência cardíaca, e ainda combate sintomas do estresse e fortalecer o sistema imunológico.²

Entendendo esses benefícios, os cidadãos de Tóquio, uma das cidades mais urbanas do mundo, já aderiram à conexão com a natureza como uma das tarefas diárias em busca de meditação e relaxamento.

Mas, se frequentar parques está fora do seu alcance diário, não se preocupe! Separamos algumas dicas para aumentar o seu contato com a natureza diariamente e melhorar a sua saúde. Confira:

Uma plantinha na mesa

O trabalho é, muitas vezes, a maior fonte de ansiedade da nossa rotina e sobre este ambiente não é possível ter muito controle. Se você trabalha em algum escritório e tem uma mesa, aproveite esse benefício e cuide de uma planta.

Elas são ótimas companheiras e dão um ânimo a mais na rotina. Lembre-se de escolher espécies resistentes e fáceis de cuidar.
espécies resistentes e fáceis de cuidar

Explore seu bairro

Outra maneira de ficar próximo da natureza é dar uma olhada no bairro e ver onde existe um cantinho com um pouco de verde. Às vezes ele está em uma rua mais arborizada ou até em uma praça.

Áreas verdes urbanas devem ser ocupadas e se a manutenção delas não é satisfatória, cabe aos moradores cuidarem e exigirem dos órgãos competentes um melhor zelo.

Deixe sua casa mais verde

Ao contrário do local de trabalho, na sua casa você é que manda. Existem milhares de espécies de plantas que podem ser cultivadas tanto em casas como em apartamentos e dependendo da condição de luz que sua residência recebe, dá para escolher uma planta sob medida.

Se tiver mais espaço, invista em arbustos e vasos maiores. A jardinagem também é uma atividade terapêutica e pode ser uma aliada na redução do estresse.³

Parques e bosques

Não esqueça dos espaços verdes da sua cidade, por mais que não sejam tão próximos da sua casa. O importante é tentar encaixar visitas durante os dias úteis e, quando não for possível, aproveitar os finais de semana pertinho da natureza.

Esses espaços são ótimos para passar um dia em família e fazer exercícios físicos.

Viaje

Sabe aquele feriado prolongado que você não planejou nada? Aproveite a folga e escolha um destino no campo, talvez um hotel fazenda. Para muitos cidadãos urbanos o contato com a natureza de verdade é quase um tabu e esse tipo de viagem acaba gerando muito conhecimento e experiências novas.

Gostou das dicas? Algumas mudanças de hábito podem ser difíceis no começo, mas no final se tornam prazerosas e, o melhor, ajudam a manter a saúde em dia.

Aproveite a natureza e tudo o que ela tem a nos oferecer!

Tags: Saúde Mental, Natureza, Ansiedade, Estresse, Meditação, Relaxamento

 

Referências bibliográficas:

1. McDonald, R.I., Beatley, T., Elmqvist, T. 2018. The green soul of the concrete jungle: the urban century, the urban psychological penalty, and the role of nature. Sustainable Earth 2018. Disponível em: https://sustainableearth.biomedcentral.com/articles/10.1186/s42055-018-0002-5

2. Parque BJ, Y Tsunetsugu, Kasetani T, Kagawa T, Miyazaki Y. Os efeitos fisiológicos de Shinrin-yoku (observando a atmosfera da floresta ou o banho na floresta): evidências de experimentos de campo em 24 florestas em todo o Japão. Environ Health Prev Med . 2010; Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2793346/

3. Van Den Berg, A. E., & Custers, M. H. G. (2011). Gardening Promotes Neuroendocrine and Affective Restoration from Stress. Journal of Health Psychology, 16(1), 3–11. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/20522508?report=abstract - Acesso em 14 de agosto de 2019.

4. (bathing): evidence from field experiments in 24 forests across Japan. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2793346/. Acesso em: jul. 2019

SABRAGE.MDY.19.08.0318